Bragança Jovem Popular

Bragança Jovem Popular é o blog da distrital da Juventude Popular que se impõem pela diferença: não criticamos sem propor, não propomos só por falar, nem falamos sem conhecer. Porquê?! Simples!... Porque àqueles que "falam, falam, falam e não fazem nada", escasseia algo que nós temos de sobra: irreverência, ideias e vontade de agir!

domingo, abril 30, 2006

Jovens portugueses desiludidos com a política….

Foi elaborado pelo Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, um estudo sobre “O Associativismo Juvenil e a Cidadania Política”. Este estudo, divulgado nas comemorações do Dia Nacional do Associativismo Juvenil, que decorreram na Guarda, é segundo os autores, a análise realizada sobre atitudes face à democracia e à participação política e social dos jovens, e “sublinha a presença de convicções democráticas bastante generalizadas na população, a par de um sentimento maioritário de descontentamento relativamente ao modo como a democracia funciona na sociedade portuguesa”.
Ainda segundo os autores, “A este descontentamento estará provavelmente associado não apenas a incapacidade da sociedade, que se acentuou com a desaceleração económica dos últimos anos, em sustentar e satisfazer as expectativas sociais e económicas dos sectores juvenis, mas também uma certa degradação das instituições democráticas que têm revelado alguma dificuldade em darem de si mesmas uma imagem mais transparente e credível”.
De salientar que este documento resultou de entrevistas realizadas a jovens, com idades compreendidas entre os 15 e os 29 anos.
Uma série de palavras caras para dizer aquilo que já sabemos, os jovens estão descontentes com a actual conjuntura económico-social.

Mas esta é apenas mais uma razão para dizermos BASTA…. Não é este o país que queremos! Vamos construir um futuro melhor!

sábado, abril 29, 2006

Sabor - Paisagens Transmontanas!

No passado dia 12 de Fevereiro, decorreu uma actividade que visitou alguns dos locais que poderão vir a ser afectados com a contrução da Barragem do Sabor. Apesar de se pretender apenas, analisar os prós e contras da construção desta barragem, aproveitei para captar algumas imagens do nosso belo Trás-os-Montes. Apenas consegui digitalizar as imagens agora, e não posso deixar de partilhar algumas convosco, espero que gostem tanto quanto eu...






quinta-feira, abril 27, 2006

Parabéns Ana Soares!


Não queria deixar de dar os Parabéns, à nossa querida Ana Soares, pelo excelente artigo que escreveu no Diário de Trás os Montes, e desde já aconselho a sua leitura em www.diariodetrasosmontes.com/index.php3.
Mas este artigo, que fala sobre a legislação, recentemente aprovada, sobre a paridade, não é a única razão para felicitar-mos a nossa presidente da distrital, apenas um pretexto, pois todos sabemos a forma determinada como ela tem trabalhado connosco, procurando servir os interesses do nosso distrito.
Este mérito é-lhe reconhecido por todos, e não só dentro do partido, senão vejamos:
para além do recente convite, para escrever uma coluna de opinião, no jornal diário de trás-os-montes, participa à já algum tempo no programa, "Pontos nos ii" da Radio Bragançana, juntamente com o Dr. Fernando Peixinho do PS, o Dr. Nuno Reis do PSD e o José Brinquete do PCP, sendo moderador, Leonel Guedes (director da rádio). Este programa semanal, e é transmitido, em directo, aos Sábados, das 11 às 13horas (90.0 FM, ou 89.2 FM, em todo o distrito), e repitição Domingo das 20 às 22 horas, podendo ainda ser ouvido em www.rba.pt.
Por tudo isto, aqui ficam os nossos Parabéns, e um pedido.... continua assim!

quarta-feira, abril 26, 2006

Apenas acrescento: "A juventude não é instalada!" - Adelino Amaro da Costa

Almoço em Coimbra com o nosso Presidente

No seguimento do Post do Ricardo, sobre o almoço em Coimbra, com o Dr. Ribeiro e Castro, aqui ficam umas fotos.
Imagens que falam por si.....




Viva a Liberdade

Como é conhecimento de todos ontem terça - feira, 25 de Abril houve um almoço comemorativo da democracia instalada no país, onde o nosso Presidente RIBEIRO E CASTRO fez um excelente discurso (como nos tem habituado) em que sublinhou as dificuldades das regiões do interior (ao contrario da esquerda que quer ver o interior como a sibéria portuguesa para castigar os seus opositores) e da importancia dos jovens na sociedade.(a julgar pelo actual ensino e temores de alguns paisse nao se fizer nada e com um senario de crise em vista nao teremos gente suficientemente capaz nao so para desenvolver o pais e a eles proprios). E ja que falamos em desenvolvimento... é um dos tres Ds que ainda se espera que chegue assim como a verdadeira democratização.Is to porque dos tres ate agora so se viu (e mal) a descolonização.

sexta-feira, abril 21, 2006

Escrito pela Rádio Brigantia

"A bancada PS na Assembleia da República (AR), rejeitou ontem um voto de protesto apresentado pelo CDS-PP contra o anunciado encerramento das maternidades de Barcelos, Santo Tirso e Bragança.
O voto, que teve o apoio de todas as bancadas da oposição, contou ainda com a abstenção de dois deputados socialistas Manuel Alegre e Manuel Mota.
No documento apresentado pode ler-se que, “o encerramento de uma, das duas salas de parto do distrito de Bragança é um erro. O distrito de Bragança é um dos maiores do País em área e a sua população encontra-se muito dispersa em localidades, quase sempre desprovidas de acessibilidades condignas.
A Distrital de Bragança da Juventude Popular já tomou posição sobre o assunto, manifestando mais uma vez indnação pelas politicas adoptadas pelo Governo de Jose Socrates, nomeadamente, em relação à decisão de encerrar uma das duas maternidades. “Face a esta realidade a posição da JP e do CDS-PP é também simples: ser frontalmente contra as agressões ao Interior”, refere a JP em comunicado enviado á imprensa. "

quinta-feira, abril 20, 2006

Voto de protesto - chumbado na AR, aprovado pela população

Hoje foi apresentado na Assembleia da República pelo Grupo Parlamentar do CDS-PP, um voto de protesto pelo encerramento das maternidades de Santo Tirso, Barcelos e uma das do distrito de Bragança. Este acto, mereceu o voto favorável de todos os Grupos Parlamentares da oposição e o voto contra do PS.

Transcrevo abaixo o primeiro ponto deste voto de protesto, que sabemos que ainda que chumbado pelo PS na Assembleia da República, seria certamente aprovado por larga maioria pela população do distrito de Bragança.

"1. Recentemente, o Governo anunciou o encerramento de vários blocos de partos existentes em diversos hospitais portugueses.
Invocando um critério estritamente economicista, o Governo decidiu com uma lógica implacável.
Ou se opta por viver nos grandes centros urbanos, nos locais fortemente populosos, como regra no priveligiado litoral português, ou não se merece a atenção do Estado, na garantia de serviços tão fundamentais, como em algumas áreas da saúde.
Invocando um simples número, o Governo demonstra a insensibilidade de quem coloca em plano de igualdade distritos tão diferenciadas como os de Lisboa, Porto, Braga, Bragança ou Évora.
Exigindo a uns, o mesmo que aos outros.
E no final, no acto por que se determinou, consegue como resultado primeiro, o acentuar dessas diferenças.
Em concreto, a decisão de encerramento dos blocos das maternidades de Barcelos, Santo Tirso e Bragança ou Mirandela não faz nenhum sentido e penaliza fortemente o Norte do País..."

quarta-feira, abril 19, 2006

Constituição - 30 Anos Depois


Decorreu ontem, no Auditório dos Paços do Concelho, da Câmara Municipal de Odivelas, um debate subordinado ao tema:

"Constituição - 30 Anos Depois".

Estiveram presentes, como oradores, o Dr. José Ribeiro e Castro e o Prof. Marcelo Rebelo de Sousa, pelo que escusado será dizer que o debate foi extremamente interessante, e de grande qualidade.

Por isso, aqui fica um Muito Obrigada à Concelhia de Odivelas da JP pela organização!

segunda-feira, abril 17, 2006

Esquerda VS Direita

Caros amigos espero que tenham tido uma feliz Pascoa e que a tenham aproveitado pois espera-nos trabalho arduo(nada a que nao estejamos habituados).
A verdade (e não tenciono ser dono dela como sempre faz a esquerda ou quem nela acredita) é que pelo que se vê a esquerda não é culta (caso contrario nao deixava o patrimonio que potencialmente serviria para turismo em ruinas porque não acreditam em religião nenhuma), não é elegante salvo que agora por questões de publicidade queiram imitar ou parecer-se com modelos . Quanto ao bom gosto deixam muito a desejar e não acho sofisticação pessoas terem de recorrer ao alcool para passar os duros invernos assim como uma boa parte das casas nao terem elevadores porque mesmo tendo nao haveria dinheiro para os manter.
Invertendo o que está escrito e para quem costuma usar a cabeça (não so para usar boinas como no caso da esquerda) a esquerda é primária, boçal, suburbana depressiva e ressabiada. Para os mais atentos mudei apenas o pronvinciana para suburbana pois a diferença não anda muito longe e uma vez que se dizem urbanos...( se calhar é por isso que se cagam nos agricultores e suas produçoes porque para muita gente de esquerda estao a espera que os agricultores morram para assim eles enviarem para o interior a cavar literalmente batatas gente incomoda ao seu sonho (frustrado) Russo(e não so)).
Quanto aos ataques a Igreja é o costume ... e admirem-se por gente que nunca la pôs os pés e quando puser é para fazer tijolo.(ca para mim andam a pedilas... e quem avisa).
Que democracia é esta onde se pode dizer todo o tipo de barbaridades sem que haja culpados ou responsabilizados?
Quando ira essa gentalha deixar de perseguir alunos e professores ?
Quando é que realmente se podera ter uma democracia real onde ninguem é prejudicado pela sua opção politica ou religiosa?
Que democracia é esta onde impera a ditadura das minorias?(se assim fosse o bloco estaria no poder... e Deus nos livre de tal coisa)
Sera necessario uma Eta ou gihad a portuguesa?
Deixo estas perguntas para quem quiser meditar ou ate mesmo converter-se (sempre ouvi dizer que quem nao muda sao os burros).
Nao se esqueçam do almoço do dia 25 ...

25 de Abril rumemos a Coimbra!

Caros Amigos (militantes e não militantes),

Dia 25 de Abril haverá em Coimbra um almoço da "Geração 26", a geração que nascida depois do 25 de Abril de 1974 sabe o que é viver em democracia e, exactamente por isso, defende e luta por aquilo que acredita.

Neste sentido, convidamos todos os que quiserem estar presentes a juntar-se a nós!