Bragança Jovem Popular

Bragança Jovem Popular é o blog da distrital da Juventude Popular que se impõem pela diferença: não criticamos sem propor, não propomos só por falar, nem falamos sem conhecer. Porquê?! Simples!... Porque àqueles que "falam, falam, falam e não fazem nada", escasseia algo que nós temos de sobra: irreverência, ideias e vontade de agir!

terça-feira, janeiro 31, 2006

As razões de todos.

Nos ultimos dias, alguns dos meus "proeminentes amigos" teêm -me questinoado do porquê do envolvimento na politica.
Se eu desse a resposta que me apetece muitas vezes dar, seria incorrecto, seria por ventura pouco elegante, se por outro lado desse uma resposta politicamente correcta, díria aquilo que sempre disse , porque me revejo nas políticas deste partido , da mesma forma que a maior parte deles ... não!!! Mas, a verdadeira razão é que, é tudo uma questão de formação, eu que fui criado por uma família tradicional, sobre uma forte influencia religiosa , não podia se não ser hoje , 35 anos depois UM DEMOCRTA CRISTÃO. Acredito portanto, que mutos desses meus amigos, que foam criados de uma forma semelhante, seja no fundo verdadeiros DEMOCRATAS CRISTÃO, é por isso que continuo a chamá-los de FALSOS SOLCIALISTA, SOCILA DEMOCRATAS... e não me lembro de ter nenhum "amigo" comunista... sabe-se lá porquê!!!!
Cada vez mais , estou convencido de que é memso uma questão de formação, e os Portugueses sabem isso, muitos deles reveêm-se agora num partido com tradições, que embora não seja o partido da moda, é o partido que mais pode crescer neste país, á esquerda estão esgotadas as posssibilidades ao centro direita também não há muito espaço, resta a deireita, a direita DEMOCRATA E CRISTÃ, é a unica que pode crescer realmente num país cheio de tradições católocas, religiosas e democraticas.
Nos queremos crescer comsigo.

segunda-feira, janeiro 30, 2006

... DE VOLTA AO QUE ... BEM... VEREMOS!!!

Passada a euforia das eleições, já Portugal inteiro percebeu para que serviu a candidatura do Dr. Mario sem ares... (desculpem) Mario Soares. Para os que não perceberam, fica o registo:

Fecharam urgencias de centro de saude em concelhos com as faxas etária mais elevadas e como consequencia , poviados de gente doente e na maior parte das vezes sem condições de se deslocar.
Estão para fechar as maternidades de Mirandela e Bragança... a propósito , parabéms ao Dr. José Silvano, é o unico que não está a vender o peixe barato.
Aprovam o PIDDAC, com verbas ridiculas pra os distritos do interior.
Regulam um IRS á moda socialista, que ainda ninguém percebu muito bem como vai funcionar.

Na verdade podia estar aqui dois dias, a relatar as atrocidades que o governo cometeu , enquanto o Zé Povo , se entertia a vêr se era desta que o avô Soares tropeçava a batia com a cabeça , e volta a sí... ou seja, regressava á casa, calçava as pantufas e conta historinhas aos netos, do tempo em que esteve ... sabe-se lá onde a fazer não intressa o quê. Dessas histórias que já todos nós ouvimos, com hinos e bandeiras á mistura.

Tudo isto é demasiado serio, para ser levado com a leveza que o noso povo ,LEVA AS COISAS, e falo particularmente neste distrito,, é por isso que precisamos dos Drs. Silvanos todos que possam aparecer para mostrar as coisas que não se podem fazer a um POVO, a uma REGIÃO INTEIRA, que se vê privada de serviços que necessita diaraimamente.

Este governo continua a desprezar o interior , e nós pessoas responsáveis temos que tomar uma atitude, ou então correremos o risco , de ficarmos para história doa que não tiveram uma história feliz.

EU QUERO TER UMA HISTÓRIA FELIZ... E TÚ?

domingo, janeiro 29, 2006

Presidenciais

Resolvido um pequeno problema técnico aqui estou eu de novo ( Oh não!... dirão alguns ... obviamente de outra cor politica :) ) .
Para todos os efeitos a aposta do CDS foi ganha nestas eleições e nesse aspecto estamos de parabens.
Quanto a maturidade do povo(politicamente falando) tenho as minhas duvidas . Ainda ha muita gente que vota ao sabor da moda (e a moda por muito que nos custe é ser de esquerda). Claro que a moda vale o que vale , vai e vem mas ca estaremos nos para nos certificarmos que em indo tarde em voltar :) .
Ao contrario de muita gente ha ainda quem se lembre do pós 25 de Abril no qual ainda hoje se pagam as trapalhadas que a esquerda fez e culpa um regime que ja estava extinto.
A verdade é que muita gente de esquerda se cega com o poder (querem melhor prova que a candidatura do Dr Mario Soares? ) ...ha muitas mais mas esta era a mais visivel ao simples leitor . (ao contrario de outros blogs este é lido por muita gente, especialmente aqueles que gostam de ter opiniao propria e nao querem que ninguem pense por eles).
Nao querendo maçar o pessoal e daddo o adiantado da hora vou descansar( porque nós não dormimos :) ).
I'll be back! :):):):)

sábado, janeiro 28, 2006

Há coisas que nunca chegaremos a entender....

Pois é... a esta altura já alguns de dos nossos amigos teram pensado... " porque é o RM , ainda nem "falou " no resultado das eleições ". Ó meus amigos... eu trrabalho... sou um tipo responsável, além disso , não me escondi durante a camapnha, com receio que ... bem não intressa. É das tais coisas que nunca chegaremos a entender.
No enatnto , tenho que dizer o seguinte , o CDS esteve defacto ao lado do prof. Cavaco durante a campanha neste dístrito, embora saibamos que há gente que fez questão de náo aparecer, mas... é das tais coisas que ... talvez um dia a gente venha a perceber... ou então... não.
O facto, é que quer se aceite ou não, ajudamos a eleger um Presidente da República, que não é socialista e que derrotou 5 candidatos de esquerda. Isto revela uma maturidade do povo Português ,que já mais se esperaria verificar em tão difíceis circunstâncias. Os Portugueses perceberam finalmente, que não podiam ter , um presidente da República socialista, um governo de maioria socialista, um governador do banco de Portugal socialista, um presidente do tribunal de contas ... socialista , éra uma concentração de poderes no partido socilaista fora do normal. Os Portugueses , teêm memória, e sobretudo sabem o que querem, demostrara-no no domingo passado .
Pessoalmente , orgulho-me ter estado ao lado do Prof. Cavaco Silva, acredito que desta forma, ajudei a que os Portugueses não fossem tão enganados como até aqui teêm sido.
Não me compete a mim fazer qualquer tipo de avaliação, no que respeita á decisão do partido em apoiar o agora Presidente , mas pessaolmente acho que todos nós devemos ter orgulho de mais uma vez a direcção do partido ter seguido o rumo certo. Ficam os agradecimentos á Direcção Nacional, por mais uma demosntração de coragem e determinação que é sempre necessária nestas circunstancias.
Agora... alguns dos nossos amigos , estão a chamar-me aquilo ques o ingleses costumam chamar nestes casos... "bronw nose "... sabem o que é... não intressa, vão ao dicionário, mas sempre acreditei que as coisas boas e as coisas devem ser sempre discutidas, as boas e as más decisões, devem ser assumidas e discutidas, para mais tarde, não se repetirem as más mas sim as boas... nós somos todos filhos de boa gente.

terça-feira, janeiro 24, 2006

Presidente Cavaco

Aníbal Cavaco Silva foi eleito Presidente da República Portuguesa.

Portugal escolheu e Portugal espera, de facto, ficar Maior. Foi com satisfação que vi a JP do distrito de Bragança participar nesta campanha. Aqueles que apoiavam Cavaco, participaram em comícios, jantares e fizeram campanha mostrando o apoio dado pelo CDS. Os que não concordavam abstivera-se de participar, sem prejudicar, ainda que muitos deles tenham saído à rua no Domingo quando sairam os resultados com bandeiras de "Portugal maior", do nosso CDS e da nossa JP.

Opiniões pessoais à parte, e porque em época de exames não é possível divagar muito, há um facto da noite eleitoral que não posso deixar de referir. Demontrador de falta do mínimo de vaores democráicos foi a actitude do Engº Sócrates em discursar "sob" Manuel Alegre... E depois, como se não chegasse o rídiculo da suposta justificação ter vindo do gabinete do primeiro-Ministro, o seu conteúdo era no mínimo irrisório...

Parabéns ao nosso bloguista

Ainda que atrasados, muitos parabéns para o nosso Periquito!

A provar que a JP não tem nada a ver com ideias pré-concebidas!

Que o teu aniversário tenha sido muito feliz e que continues assim por muitos e mais anos. Tu mereces!

quinta-feira, janeiro 19, 2006

Em jeito de balanço...

Pois é... em jeito de balanço... apetece dizer, que desta campanha eleitoral , só ficou a ideia de que o Presidente da Républica , não passa de um cargo deocrativo. Acreditem que é mentira.
O Presidente da Répubica, não só é o 1º representante da nação, como é o comandante supremo das forças armadas da nação , além disso tem também a responsabilidade de concordar ou não com as posições do governo... coisa que ultimamente nãotem servido de nada.
O Dr. Jorge Sampaio, como bom socialista que não deixará de ser, teve os tais dois pesos e duas medidas . Quando o governo do Dr. Santana Lopes, inteligente e correctamente operava reformas que tinham que ser feitas urgentemente, Sua Excª o Presidente da Républica, demitiu por causa disso mesmo .
Agora , temos um governo a fazer resformas , que teêm que ser feitas , so com a difrença abismal do governo anterior, estes senhores não sabem faze-las. Já todos nós percebemos isso e o Sr. Presidente também , ... é tarde Sr. Prsidente é muito tarde. É tarde pela mesma razão de sempre.... (onde é que já vimos isto...) é tarde porque Portugal não merece ser tratado desta forma, pelos mesmos senhores , pelos mesmos responsáveis , pelos mesmos governates.
Qunado o Eng. Guterres, deixou o pantano, e fugiu, o Presidente da Républica , perguntou ao lider do PS na altura, se ficava ou queria eleições, optaram por eleições porque não estavam preparados para governar, ... e agora ...estam? Claro que não .
Já perceberam que o balança... éra ácerca de quase um ano de (des)governo socilaista .
No que toca ás Presidenciais, não muito a dizer, apenas que vão votar, votem , quer chova quer faça Sol, doentes ou nem por isso, de boleia se for preciso, ... mas votem , mostrem a estes senhores que estamos todos atentos, que sabemos que podemos mudar este estado de coisas, que somos capazes de fazer mais e melhor.
Da nossa parte ESTAREMOS DO SEU LADO, para levar Portugal mais longe. para fazer de Portugal um PORTUGAL MAIOR.

quarta-feira, janeiro 18, 2006

Parabéns à nossa Bloguista!

Muitos parabéns à nossa Bloguista (não confundir com blquista) Ana Mendonça!

Porque ela sim, é uma rapariga as direitas!

domingo, janeiro 15, 2006

Comunicado à Imprensa

A Comissão Política Distrital de Bragança da Juventude Popular, perante alguns pontos da actualidade política, não pode ficar indiferente e deixar de mostrar que a nova geração de políticos portugueses não é favorável à discussão e floreamento de questões secundárias e à menor discussão e debate perante questões verdadeiramente importantes para o Portugal de hoje e para Portugal que queremos para amanhã.
· Assim sendo, a Comissão Política Distrital, perante as declarações últimas do Engenheiro Mota Andrade, questiona-se do verdadeiro intuito dessas mesmas declarações. Tendo a JP promovido o primeiro abaixo-assinado favorável à manutenção das maternidades do distrito de Bragança e não tendo ainda recebido qualquer resposta da tutela, muito estranha que seja o Presidente da Federação Distrital do PS a garantir que o actual governo não retirará nenhum serviço da região e a afirmar que “Pelas minhas palavras os habitantes do distrito de Bragança podem ficar descansados”. Deste modo, uma de duas hipóteses tem de ser verdadeira: ou a Federação do PS pretende retirar proveitos meramente políticos ao apresentar com certeza, embora não a tendo, a solução que todos os habitantes do distrito e a JP juntamente com eles pretendem: a manutenção dos serviços na nossa região, ou o Partido Socialista substituiu pelas suas estruturas partidárias os órgãos do governo e assim tomam por eles a palavra.
· Sendo a JP uma juventude partidária, não pode ficar indiferente perante a decisão da DREN em encerrar 33 escolas primárias do concelho de Bragança. Se a carta educativa do Município parecia garantir que apenas a escolas com menos de 10 alunos encerrariam, esta decisão da DREN vem contra qualquer contextualização necessária quando se pretende tomar uma medida deste género. Mais uma vez, um organismo pretende olhar friamente para os números como se eles fossem mais importantes que dar condições ás crianças para prosseguirem os seus estudos com o máximo de condições possível. Não será suposto que um organismo como a DREN tenha em consideração todos os condicionalismos que permitirão ao aluno um melhor aproveitamento? E não é preciso procurar muito para encontrar estes mesmos condicionalismos: distância percorrida, maior afastamento do agregado familiar, isto para não falar já do "abandono" a que os alunos ficam muitas vezes lançados devido aos horários dos transportes disponibilizados.Qualquer iniciativa que seja tomada numa região como o Nordeste Transmontano, como aliás em qualquer região, deve ter em conta o contexto e o impacto social que tais medidas teriam. Deste modo, merece total reprovação por parte desta distrital, a decisão do encerramento de 33 escolas primárias no concelho de Bragança.
· A Comissão Política Distrital de Bragança da JP, solidariamente com a posição tomada pela Comissão Política Nacional (surgida após a primeira reunião depois do Congresso que se realizou em Bragança), vê as propostas demagógicas do actual governo quanto ao combate à desertificação do Interior português e à criação de emprego, nomeadamente de 150 000 postos de trabalho ser colocada de lado e, inclusivamente, serem tomadas medidas contrárias ás medidas acima apontadas. Foi criada uma portaria (Portaria nº 1325/2005 de 28 de Dezembro) que suspende as candidaturas ás medidas nº 1 e 2 do Programa Agros, impossibilitando a apresentação de projectos de jovens agricultores. Para além do grave delito que isto representa para todo o pais e em particular para uma região como a nossa, sendo 75% destes projectos financiados com fundos da EU, esses mesmos fundos voltam para trás no momento em que o governo retira a sua participação de 25%. Donde se retira um prejuízo gravíssimo para um sector onde Portugal precisa de apostar no desenvolvimento e para regiões que lutam para o estabelecimento de jovens. A JP não pode ainda deixar estranhar que uma medida cortante como a referida seja tomada entre o Natal e o Ano Novo, aproveitando uma época particularmente festiva e de pré-campanha para a medida passar despercebida. A JP Nacional e Distrital continuarão a acompanhar de perto esta questão, conscientes dos entraves que tal medida pode causar à agricultura nacional e aos jovens agricultores.



Comissão Política Distrital de Bragança
Juventude Popular

Não ao encerramento de 33 escolas primárias no concelho de Bragança

A Comissão Política Distrital de Bragança da Juventude Popular não pode ficar indiferente perante a decisão da DREN em encerrar 33 escolas primárias no concelho de Bragança. Mais uma vez, um organismo pretende olhar friamente para os números como se eles fossem mais importantes que dar condições ás crianças para prosseguirem os seus estudos com o máximo de condições possível.

Mesmo tendo em consideração o argumento de necessário convívio com outras crianças que compreendemos, não consideramos justificado no que respeita ás escolas que possuam mais de dez alunos, como vinha estipulado na carta educativa.

Não será suposto que um organismo como a DREN tenha em consideração todos os condicioalismos que permitirão ao aluno um melhor aproveitamento? E não é preciso procurar muito para encontrar estes mesmos condicionalismo: distância percorrida, maior afastamento do agregado familiar, isto para não falar já do "abandono" a que os alunos ficam muitas vezes lançados devido aos horários dos transportes disponibilizados.

Qualquer iniciativa que seja tomada numa região como o Nordeste Transmontano, como aliás em qualquer região, deve ter em conta o contexto e o impacto social que tais medidas teriam. Deste modo, merece tal reprovação por parte desta distrital, a decisão do encerramento de 33 escolas primárias no concelho de Bragança.

quarta-feira, janeiro 11, 2006

No mesmo dia em que o candidato Cavaco Silva nomeava, no comício-jantar da Guarda, o CDS entre os seus apoios - depois de em outras ocasiões se ter referido a este como o "outro partido"-, em Lisboa um deputado do CDS mostrava o seu descontentamento. Noticia lançada hoje (11/01/06) no jornal Publico, reflecte a superioridade de um “homem” perante o nosso partido. Deixo pois a imagem de um “político conjurado” que já se prepara para a vitória não olhando a meios para atingir esse fim. Tenho imensa pena que ninguém do CDS se te tivesse aventurado nas Presidenciais…

terça-feira, janeiro 10, 2006

Porque nós andamos por aqui...

A campanha eleitoral para as Presidenciais está a ser engraçada, diria mesmo que em certos aspectos até o tempo de antena merece uma pausa nos estudos para os exames para nos descontrairmos... Sim, porque a maioria dos espaços de campanha mostram-se de tal maneira irrealistas que me pergunto muitas vezes se serão, de facto, merecedores de serem previstos e obrigatórios pela lei portuguesa...

Depois, retirando as novas contratações do SLBenfica (que adeptos como eu já esperavam à algum tempo) parece nada mais suceder neste nosso Portugal...

Mas nós continuamos atentos... Enquanto que algumas entidades tentam desviar a atenção de alguns "atentados" que se pretendem fazer no distrito de Bragança, como o encerramento das maternidades, o encerramento do serviço hospitalar de urgências ou a decisão do que fazer´à barragem do Baixo Sabor, nós continuamos espectantes quanto, ao que de facto, marca ou pode marcar a população brigantina.

Estamos, como sempre estivemos, dipostos a todos os actos, inclusivamentevir para a rua, na defesa do mínimo de serviços na nossa região...

Sim, porque nós andamos por aqui...