Bragança Jovem Popular

Bragança Jovem Popular é o blog da distrital da Juventude Popular que se impõem pela diferença: não criticamos sem propor, não propomos só por falar, nem falamos sem conhecer. Porquê?! Simples!... Porque àqueles que "falam, falam, falam e não fazem nada", escasseia algo que nós temos de sobra: irreverência, ideias e vontade de agir!

quarta-feira, maio 25, 2005

6,83% do PIB

Pois e meus amigos,... o pais esta a braços com as contas do pacto de converegncia, que nos obriga a bater mais um record ...o do defice publico.
Segundo Governador do Banco de Portugal,e agora de 6,83 % do Prodito Interno Bruto : Isto leva-nos a pensar em tempos em que o mesmo se situava em 4% e mesmo assim....tinhamos um primeiro ministro...que nao sabia fazer contas!!!!! Agora, muito serios, dao a entender que a culpa foi do governo anterior. Nao do pacto de estabilidade, nao da falta de investimento... nao da falta de produtividade,...do governo anterior... Ora , faça-mos entao um simples exercicio de matematica, se tirarmos o Euro, deixamos de ter pacto de estabilidade, elimanos 50% dos nossos problemas,voltamos a ter o escudo que poderemos gerir conforme nos der na real gana. Portanto, a soluçao e simples,
entre ter um PIB assim todos os anos, so pq temos de gardar a Gregos e Troianos e contar so connosco, prefiro contar connosco, com a nossa capacidade de trabalho, com a formeza de Portugueses responsaveis e que sabem matematica... fazem contas enquanto enquanto dormem, e nao se assustam nem com Bruxelas, nem com Washigton. Por isso meus amigos....nao tenham medo...o pais nao faliu....comtem sempre com o maior capital existente a fase da terra, Nos... cada um nos pode fazer crescer o pais, pode criar riqueza , desde que tenha uma condiçao para tal.... basta estar vivo.

sábado, maio 21, 2005

Luz ao fundo do túnel

Pela primeira vez em 46 anos, o regime cubano autorizou hoje uma reunião da "oposição" que reclama a libertação dos presos políticos...

Entenda-se por autorização o sentido estricto da palavra... Pois restrições, alguns jornalistas impedidos de assistir e até expulsão de dois diplomatas não faltaram na "abertura do sistema de Fidel"...

De qualquer modo, qualquer cedência do regime vigente em Cuba deve ser saudada por todos aqueles, que tal como a nossa distrital, acreditam que a Democracia e Liberdade são o caminho a seguir!...

quinta-feira, maio 19, 2005

As Nossas Barragens!

No passado dia 15 de Maio realizou-se em Travanca – Macedo de Cavaleiros mais uma actividade organizada pela distrital de Bragança da JP, desta vez o tema do debate foi “A SECA”. Um tema que tem particular relevância numa região como a nossa, em que a agricultura, directa, ou indirectamente faz parte do quotidiano de todos nós.

Uma das questões levantadas no debate é particularmente relevante, o aproveitamento dos Recursos Hídricos, mais concretamente das barragens.
Sistematicamente ouvem-se queixas de que as barragens existentes na região são insuficientes para armazenar toda a água que necessitamos, para o abastecimento das populações e para a agricultura. Estas queixas não deixam de ter a sua razão, mas será que as que temos são completamente aproveitadas? Quem esteve em Travanca no domingo passado sabe que não, e as situações são as mais diversas:
- A barragem de Santa Justa que está pronta, mas por alguma razão, de certo importante, continua sem armazenar água deixando-a correr livremente em direcção ao mar!
- A barragem da Burga, onde mais de 50% da água é desperdiçada por falta de cuidado dos próprios utilizadores! Por favor, tenham mais atenção na manutenção das torneiras, não desperdicem a água que tanta falta faz a todos!
- Por último, mas não menos importante, a barragem do Azibo. Aqui não está previsto o regadio poder começar a funcionar antes do “previsto”. As culturas devem esperar que a água chegue… esperemos que não seja tarde demais!

Será que podemos fazer algo para mudar estas situações?
Claro que sim… comecemos por sensibilizar aqueles que nos rodeiam para evitar desperdícios grosseiros da nossa preciosa água! E nossa, pois é de todos, e se todos assim pensassem esta era, com toda a certeza, muito melhor aproveitada.


terça-feira, maio 17, 2005

Bem aventurados os que metem agua...

Nao...descansem...nao vou brincar com as Bem-aventuranças.
Apenas uma nota pq achei piada a ultima "agenda cultural de Vimioso"
O Sr. Presidente da Camara deixava alguns concelhos praticos para poupar agua, atitude louvavel diriam todos e mais alguns, eu incluido... Mas esta Camara tem destas coisas, agora ate tem um lado humoristico, terminava o Sr. Presidente dizendo como concelho final "...utilizem o autoclismo so quando estritamente necessario..."
Ora meus amigos... Numa soceidade moderna, cosmopolita, evoluida como a nossa... percebemos agora...que ainda ha gente que vai a casa de banho e so usa o autoclismo se for necessario...
Agora vao dizer....la esta este tipo a fezer campanha... , e eu respondo... " pois estou ... e depois..." O que me vale a mim e q ninguem em Vimioso le estas coisas...digo eu... Caso contrario quando tiverem que ir a Camara fazem como eu... levam uma mola no nariz...
Desculpem qq coisinha...

P.S. Sr. Presidente ...estamos gratos por continua a meter agua...

domingo, maio 15, 2005

Agua

A água foi um dos vastos temas da seca e agricultura que se realizou nesta actividade em Macedo.
Digo e repito tão vasto como o oceano de problemas em que este governo nos vai meter. Ou seja se não chove o governo vai metendo água. De facto é um problema que tem de ser resolvido o mais depressa possivel se quisermos que os nossos filhos e netos tenham alguma água com o minimo de qualidade.Há que ter coragem de avançar em todas as frentes a começar na educação dos mais novos, reeducar ou responsabilizar os mais velhos, criar ou ampliar infra-estruturas. Ha que optar por modelos energeticos,transportes menos poluentes.Claro que haveria um apoio as industrias para fazer face as despesas necessarias. Tornou-se obvio que as soluções e/ou opções baratas transformaram o clima dai haver faltas ou excessos nos recursos ( hidricos).Havendo um plano a longo prazo para este problema ainda falta a agricultura.Da-me a impressão de que nenhum país quer ficar com o excesso de produção consequentemente os mais ricos prometem subsídios aos mais pobres desde que aceitem em troca os seus produtos(e claro deixar de os produzir para os comprar a eles).Estes "emprestimos" ja deram mau resultado em países em desenvolvimento.Eu acho que cada país devera saber orientar os seus agricultores e seus produtos mas para isso é necessário saber o que se quer, o que se pode produzir e em que quantidades. Devera haver maior empenho por parte do respectivo ministerio. Não me querendo alongar com um temas tão vastos termino sem antes dizer que
caso se opte por dizer sempre sim a tudo desde que se va metendo algum ao bolso estaremos perante uma crise social e alimentar.É urgente evitar esse tipo de situações.

sábado, maio 14, 2005

Maio mês do CORAÇÃO

Apesar de insistirmos em zelar pela saúde de todos os portugueses, a verdade é que o sedentarismo ainda reside, de forma discreta, nos seus hábitos diários. É, sem dúvida, um "estado de alerta" que acarreta efeitos nefastos no organismo.
Se pensarmos que as DCV (doenças cardiovasculares), são uma das principais causas de morte nos países industrializados e que a inactividade física é o seu principal factor de risco, verificamos que é preferível "prevenir do que remediar".


10 regras essenciais:

  • Pratique actividade física regularmente, no mínimo 2 a 3 dias por semana;
  • Pratique exercícios aeróbios, que envolvam os grandes grupos musculares, tais como caminhar, nadar e correr;
  • A marcha em passo acelerado é também um excelente exercício para iniciar um programa de treino;
  • A actividade deve ter sempre uma duração mínima de 30 minutos;
  • Comece sempre com uma intensidade muito moderada e ajuste-a ao seu nível de aptidão física;
  • Não se exceda. Qualquer que seja a actividade escolhida, prossiga ao seu próprio ritmo.
  • Nunca se compare com os outros nem sinta que tem de os acompanhar. Lembre-se que está a fazer isto para melhorar a sua qualidade de vida/saúde e não para ser um campeão;
  • Estabeleça objectivos que possam ser alcançados num período de tempo relativamente curto (6 a 8 semanas), para verificar a sua evolução e obter o alento necessário à continuação;
  • Varie os programas de exercício, alternando os tipos de actividade no treino. É uma excelente forma de evitar a monotonia e de adquirir uma boa aptidão física;
  • Se possível treine com um amigo. Além de se distrair, fica com o compromisso de não falhar um treino;

Por último, não se esqueça das famosas "receitas": utilize as escadas em vez do elevador; se puder ir a pé não vá de carro; após as refeições não se sente a ver televisão ou a dormir, faça uma caminhada... Agora já sabe, não procure desculpas, organize-se, arranje tempo e entre em acção. Lembre-se que viver mais nem sempre é sinónimo de viver melhor.E saúde não é simplesmente ausência de doença. Faça desporto e viva com mais e melhor qualidade..

Porque para fazer política saudável, exige-se corpo são em mente sã!!

quinta-feira, maio 12, 2005

Nec semper lilia florent

Para bom entendedor meia palavra basta ... dai o titulo referente aos ultimos acontecimentos.
Mas o que me traz por aqui hoje é a revolta (como cidadão) do mau uso da liberdade por parte de alguns fieis de esquerda ao tentarem vingar-se de pessoas da direita a todo o custo.
Faz-me lembrar a caça as bruxas so que desta vez alem dos dirigentes da direita existe um novo fenomeno que é o insulto atraves de programas televisivos a quem não é de esquerda.
Se o que procuram é provocações pode ser que um dia alguém responda... apesar de tudo temos de evitar o olho por olho... ( se bem que ha pessoas que uns dentes a menos podiam reflectir melhor no hospital) .
Eu propunha o sueguinte: todos os traumatizados psicologicamente(antes do 25 de abril) não deviriam execer cargos publicos ou privados de responsabilidade.
É claro que teriam apoio psicologico ... gratuito :)
A verdade é que não se ve luz ao fundo do tunel.
Dos famos 3 D's falta o Desenvolver quer economicamente quer culturalmente.
Felizmente estamos ca nos para inverter a situação ... não sera facil mas gostamos de desafios .

Em defesa da honra:

Os que pensam que vou "plagiar" um deputado social democrata desenganem-se. Para os que pensam que vou falar de mim...tambem se podem mudar de blog. Na verdade, nao tinha porque por este titulo, mas se ha coisas que me intrigam e ver o meu partido ser atacado por todos os lados e depois de uma tomada de posiçao firme e clara, nimguem fez nem disse mais coisa alguma.A verdade meus amigos, e que tanto o Dr. Nobre Guedes, como o Dr. Telmo Correia nao precisam que um blog qq atras das fragas plantado venha dizer que sao inocentes e nao tiveram nada haver com os chaparros q deitaram abaixo. A verdade e que este processo tem contornos pouco claros que tanto os vizados como todos nos, queremos ver esclarecidos com a maior brevidade possivel. Noentato, os Senhores PS continam a quere vingar-se de terem perdido protagonismo politico,se as eleiçoes porventura fossem a seu tempo liea-se (fim da legislatura)o Ps estaria por ventura a procura de lider...assim o PS tem um grupo de incompetentes que agora julgam que vao resolver tudo numa base tecnologica, e enquanto nao fazem nada , a nao ser gasta dinheiro do contribuinte , vao inventado casos , dizendo coisas que nao fazem muito sentido...senao vejamos , estes dois DEMOCRATA-CRISTAOS estiveram no governo 5 meses e levam com um processo que demorou 10 anos a ser resolvido. O que faria o Eng. Grego se isto se passa-se no seu reinado... o mesmo que antes...deitaria fora a possiblidade de criar 400 postos de trabalho directos e um investimento avultado na regiao? Ou dedicava-se a apanha da cortiça? Eu pessaolmente vou mais pela segunda....

segunda-feira, maio 09, 2005

Quem não deve...

Ontem decorreu a IV Convenção Nacional do Bloco de Esquerda.

Segundo os órgãos de comunicação social, a decisão que marcou a sessão foi a possibilidade de instaurar processos disciplinares aos militantes do BE, cujo resultado poderia ser a advertência ou exclusão. Até aqui nada de estranho...

O que de facto estranhei, foram as muitas explicações que Fernando Rosas resolveu dar sobre o tema: "Qualquer colectividade de cultura e recreio prevê um regime de sanções nos seus estatutos". Até aqui também concordo...

Mas acrescenta que o objectivo desta medida é "defender o Bloco de situações graves", esclarencendo que estas medidas não podem ser aplicadas por motivos de divergência política...

Sempre me ensinaram que quem não deve, não teme... Ou será que algo pesa na consciência dos bloquistas?!

sexta-feira, maio 06, 2005

Maio de..... nova actividade (como não podia deixar de ser!)

Comecemos por uma explicação politicamente (in)correcta da próxima actividade da Distrital de Bragança. A nossa actividade NÃO É:

  • dentro de qualquer sala ou auditório,
  • num local com ar climatizado e sem possíveis "observadores" de variadas espécies,
  • um evento onde tudo possa ser planeado até ao mais pequeno pormenor,
  • num local apetrechado de todos os modernos equipamentos e serviços,
  • numa cidade nem vila,
  • vulgar,
  • um grande almoço ou jantar servido num bom restaurante,
  • feita a pensar no que fica bonito nos jornais e restante comunicação social,
  • nada que estranhe a quem já conhece a ideia que defendemos: que a política se deve fazer no local onde ela de facto se realiza.

A nossa e TUA actividade será um piquenique seguido de debate sobre a seca e sua consequência prática no nosso país, e em particular nas terras Transmontanas. Escusado será dizer que tudo isto se passará no campo, ao melhor estilo "ver para querer". Deste modo, estão todos convidados a estarem presentes em Travanca, no Concelho de Macedo de Cavaleiros, no próximo dia 15 de Maio - Domingo, ás 12h. A distrital levará o farnel para todos (incluindo formigas e afins), pelo que cada um deverá pagar 5€. Para que tudo corra pelo melhor, contamos com a tua inscrição até dia 10 (Terça-feira) para o número 939556053 (por sms, telefonema e afins).

quinta-feira, maio 05, 2005

A luta continua

Em primeiro lugar gostaria de dar os parabens a todos os intervenientes pelo nascimento deste projecto.
Numa epoca que de democratica so tem o nome esta familia vem demonstrar que esta viva e tudo fara para esclarecer, orientar o distraidissimo povo portugues. Podem contar connosco nessa ardua tarefa que so favorece a esquerda em geral. Aproveito para deixar o aviso : Nao nos deixaremos intimidar pelos jornais nem televisao.

Ah ...pq e moda e tal....!!!!

Pois e meus amigos....este blog nao nasce pq e moda ter um blog, ou pq agora td o que de importante se diz... vem num blog , nasce porventura porque somos jovens e queremos estar onde os jovens de hoje estao. Noentanto e com tempo percebram que este e sobretudo um blog para toda gente dentro e fora do distrito, mas sobretudo e uam vez mais servira para defender os principios Democrata Cristaos, o direito a Vida com ou sem refrendo, sera sempre defendido . Por isso mesmo que nao fosse moda ...e tal... podia ser de outra forma mas ...as nossas ideias viriam a publico da mesma forma, com a mesma clareza e sobretudo com a mesma sinceridade.

O nosso Blog

Nasce hoje um novo blog para visitar com frequência!

bragancajovempopular.blogspot.com não é, de modo algum, o cumprimento de um pró-form. Muito pelo contrário, é um espaço aberto de discussão, de exposição de ideias, propostas e preocupações de um grupo de jovens que em comum tem o facto de pertencer à Juventude Popular do distrito de Bragança, e que se nega a ser apenas um número para uma estatística.

Dizia a moção global vencedora do I Congresso Distrital de Bragança da JP, que os objectivos para o nosso mandato seriam declaradamente ambiciosos e trabalhosos, mas que isso apenas reforçava a nossa vontade de trabalhar. Porque é isso que se tem verificado, não poderia deixar de agradecer neste post, que por se o primeiro tem um conteúdo diferente de todos os outros, à fantástica equipa que tenho a honra de liderar e a todos aqueles que se juntaram a nós desde Março de 2004, o excelente trabalho que está a realizar.

E é por tudo isto que sei que também este projecto do blog correrá bem! Mas chega de blá, blá, blá e façamos aquilo em que somos melhores: Lancemos mão à obra!