Bragança Jovem Popular

Bragança Jovem Popular é o blog da distrital da Juventude Popular que se impõem pela diferença: não criticamos sem propor, não propomos só por falar, nem falamos sem conhecer. Porquê?! Simples!... Porque àqueles que "falam, falam, falam e não fazem nada", escasseia algo que nós temos de sobra: irreverência, ideias e vontade de agir!

domingo, maio 28, 2006

Santiagro e Tomada de Posse em Santiago do Cacém!

.



Decorreu no passado Sábado a tomada de posse da Concelhia de Santiago do Cacém da JP, com a presença do presidente do partido, Dr. Ribeiro e Castro, do presidente da JP, João Almeida, e de outros ilustres membros do CDS-PP e da JP.



Durante a tarde o Dr. Ribeiro e Castro visitou a Feira Agropecuária do Litoral Alentejano - Santiagro, onde, mais uma vez, constatou as adversidades e os problemas dos agricultores portugueses.

sábado, maio 27, 2006

IV Jornadas da Primavera em Macedo!

Já amanhã decorrem no Centro Cultural de Macedo de Cavaleiros, as IV Jornadas de Primavera, organizadas pela associação "Terras Quentes". Esta associação de defesa do patrimonio arqueológico, de Macedo de Cavaleiros, pretende com esta iniciativa divulgar aos municipes os resultados das escavações arqueológicas que decorrem anulamente no concelho e divulgar o patrimonio local.
O tema das Jornadas este ano será o património regional e local, desde a pré-história até aos nossos dias.
Boas Jornadas!

sexta-feira, maio 26, 2006

Procriação Medicamente Assistida

Lamento que o Deputado do PSD, Duarte Lima, eleito pelo círculo eleitoral de Bragança, tenha sido dos Deputados do PSD que se abstiveram na votação da Lei da Procriação Medicamente Assistida, votada ontem na Assembleia da República.

O CDS-PP é solidário e reconhece o problema de vários casais, mas entende que há alguns aspoectos da nova lei que não estão correctos, sendo que os catorze Deputados deste Grupo Parlamentar votaram contra.

Recorde-se que esta votação decorreu quando era já pública a entrega de 77.046 mil assinaturas em defesa de um referendo sobre a PMA. O CDS-PP entregou ainda um requerimento que solicitava ""o adiamento pelo prazo de uma semana da votação final global do texto final apresentado pela comissão de saúde", sendo que o mesmo foi rejeitado com os votos favoráveis do CDS e do PSD.

quinta-feira, maio 25, 2006

A verdade não prescreve!

Lamentável é, no mínimo, como que se pode classificar a prescrição do processo de Camarate, sendo que o Supremo Tribunal de Justiça rejeitou o recurso do advogado dos familiares das vítimas.

Estou totalmente de acordo com as declarações do Líder da Bancada Parlamentar, Dr. Nuno Melo.

Mais uma vez, a justiça ficou adiada.

Sempre julguei que a verdade apenas seria posta a nu na geração seguinte à minha, por motivos que aqueles que, como eu, comungam da teoria de atentado facilmente podem reconhecer; sempre tive, no entanto, esperança que assim não fosse. Acredito na Justiça e nos Tribunais portugueses, pelo que espero que o excelente jurista Dr. Sá Fernandes encontre um Acórdão do STJ conflituante com o agora proferido, de modo a recorrer para o Pleno do STJ.

Dia 4 de Dezembro de 1980 morreram várias pessoas, entre as quais as vítimas Adelino Amaro da Costa e Sá Carneiro. As responsabilidades devem e têem se ser apuradas. Portugal e a sua justiça não merecem esta nodoa negra na sua História.

Neste fatídico dia, foi retirada a vida ao político que mais admiro, apesar de me terem roubado a hipótese de o conhecer pessoalmente. Não o conheci, mas felizmente o seu modo de estar e de agir preduram na voz dos que o conheceram e por tudo o que nos legou. É também um motivo de orgulho ser filiada numa organização política de juventude que o tem como patrono.

Relativamente a Camarate, a realidade é só uma:

A verdade não prescreve!

quarta-feira, maio 24, 2006

Fraldas em Bruxelas!

.

O Dr. Ribeiro e Castro levou hoje fraldas de bebé, e de adulto, ao comissário europeu da Fiscalidade. Esta iniciativa tinha como objectivo sensibilizar, e tentar convencer László Kovács a recuar na intenção de obrigar Portugal a aumentar a taxa do IVA às fraldas para bebé.
Recorde-se que a taxa de IVA, das fraldas para bebé, passou de 19 para 5%, no governo de Santana Lopes, a partir de uma proposta do então Ministro das Finanças, Bagão Félix.
A Comissão Europeia contesta esta medida, que deixou de fazer a distinção entre fraldas para bebés e para adultos, e deverá tomar uma decisão sobre este processo até final de Junho.
Na prática, conforme salientou o Dr. Ribeiro e Castro, caso Portugal perca este caso, cada pacote de fraldas para bebé passará a custar mais 2,5€!
Esperemos que o Governo português se esforce por resolver esta questão!!!

terça-feira, maio 23, 2006

Parabéns GDB!

Muitos parabéns ao nosso Grupo Desportivo de Bragança que subiu para a Segunda Divisão!

Agora a massa associativa tem que retribuir este sucesso com participação.

FORÇA GDB!

domingo, maio 21, 2006

Praia do Azibo mantém Bandeira Azul!!!

.

Foi com grande satisfação que soube que a praia fluvial do Azibo, em Macedo de Cavaleiros, recebeu pelo terceiro ano consecutivo a Bandeira Azul.
Para além da praia, e infraestruturas de suporte (como bares e instalações sanitárias), a zona envolvente dispõe ainda de um cais acostável, um parque de merendas e de um parque da natureza, com observatórios de patos e passeios pedestres sinalizados.
Pena é que esta seja a única praia, em todo o interior norte, a receber este galardão de qualidade!

quarta-feira, maio 17, 2006

Quem é bom ... é bom

Ja varias vezes disse e repito mais uma vez que a nossa recem eleita Ana Soares para a Comissão Política Nacional do CDS/PP é um exemplo a ser seguido.
Exemplo disso é o seu devido reconhecimento tanto dentro do como fora do partido.
Alem disso é a prova inequivoca de que so se obtem reconhecimento trabalhando para isso e nao com falsas questoes ou desculpas facto esse que levou este (Des)Governo aimplantar as quotas.
Para quem ainda nao conhece aqui fica a transcrição do Jornal do Nordeste.

http://www.jornalnordeste.com/index.asp?idEdicao=120&id=4395&idSeccao=1076&Action=noticia


SECÇÃO: Nordeste Feminino

Aos 21 anos, é a mais jovem a ingressar na Comissão Política Nacional do CDS/PP
Ana Soares singra na política Defender as causas em que acredita, principalmente aquelas que se prendem com o desenvolvimento da região de que é natural, foi o principal motivo que levou Ana Soares a entrar no mundo da política.
Num mundo, que durante anos, pertencia ao sexo masculino, esta jovem bragançana conseguiu alcançar lugares de destaque. Aos 14 anos conseguiu filiar-se na Juventude Popular (JP), contrariando a vontade dos pais para apostar naquilo em que acreditava. Passados dois anos foi eleita por unanimidade presidente da Concelhia da JP de Bragança e, aos 17 anos, entrou para a Comissão Política Nacional da JP. Mas, a escalada desta jovem estudante não ficou por aqui. A presidência da Distrital da JP foi alcançada por Ana Soares quando completou 18 anos, para onde também foi eleita por unanimidade. A defesa dos interesses de Trás-os-Montes e, em particular, do distrito de Bragança pautaram a carreira política desta jovem de 21 anos que, no passado dia 7, ingressou na Comissão Política Nacional do CDS/PP, ocupando o lugar de vogal.Segundo Ana Soares, alcançar este patamar é motivo de orgulho, uma vez que pretende abraçar este cargo sendo uma voz activa dos problemas e das preocupações das populações do Nordeste Transmontano.“Política não é profissão”Apesar de ter enveredado, desde cedo, pelo mundo da política, Ana Soares não vê a política como uma profissão futura.A frequentar o 3º ano do curso de Direito da Universidade Nova de Lisboa, esta jovem afirma que gostaria de conciliar a sua vida profissional com uma carreira política. No entanto, realça que caso opte por uma carreira na área da Magistratura, vai ter que abandonar a política devido à incompatibilidade entre as duas áreas.Apesar de ser a mais nova desde sempre a fazer parte da Comissão Nacional e de ter ocupado sempre lugares cimeiros, Ana Soares afirma que nunca foi prejudicada nem aplaudida por ser mulher.“Eu sou uma pessoa muito participativa em termos sociais. Sempre me preocupei muito com causas e não gosto muito daquela ideia de criticarmos sem tentarmos fazer nada para alterar isso. Por isso, fazia valer as minhas ideias através da discussão e nunca notei qualquer obstáculo nem facilidade por ser do sexo feminino”, acrescentou a recém-eleita vogal da Comissão Política Nacional do CDS/PP.Quotas são medida de discriminação negativaEsta jovem mostra-se contra a obrigatoriedade de quotas na política (um terço dos elementos das lista do sexo feminino), uma vez que defende a afirmação das mulheres pelo mérito e não porque está definido por lei.“Para mim essa é uma forma de discriminação negativa, uma vez que as mulheres vão ser uma espécie de ‘bibelôs’. Ao não entrarem por mérito, dificilmente vão conseguir impor as suas ideias”, acrescentou Ana Soares.Esta bragançana acredita numa política diferente daquela que é criticada, muitas vezes, pelos cidadãos. Por isso, afirma que é essa crença que a motiva a continuar ligada a esta área.Por isso, salienta que durante a sua participação no CDS/PP vai ser a voz do povo bragançano que considera prejudicado com as medidas adoptadas pelo Governo.“Em Lisboa, as pessoas não têm noção do significado de um serviço para as pessoas que residem em concelhos com fracas acessibilidades. Eu pretendo ser a porta-voz dos transmontanos, principalmente junto do meu partido, que sempre se preocupou com causas”, concluiu esta militante do CDS/PP.
Por: Teresa Batista

sábado, maio 13, 2006

II Congresso Distrital de Bragança

.

Decorreu hoje, em Vila Flor, o II Congresso Distrital de Bragança da JP.

A moção de estratégia global, "Continuar a Crescer", apresentada por Ana Soares, foi aprovada por maioria. Na apresentação da moção, Ana Soares realçou as questões internas, como a organização interna e a continuação do trabalho realização com, e para o partido, mas acima de tudo a definição de Temáticas Primordiais, como o combate à desertificação do interior, as questões agrícolas e o desenvolvimento industrial na região.

Neste congresso foi eleita uma nova Comissão Política, presidida por José Eduardo Menezes Barbosa. À nova Comissão Política desde já dou os meus Parabéns e desejo um Bom Trabalho!

A tomada de posse dos novos orgãos distritais terá lugar no próximo dia 9 de Junho, em Vila Flor.

quarta-feira, maio 10, 2006

XXI CONGRESSO DO CDS -PP


Decorreu no passado fim de semana, no concelho da Batalha, o XXI Congresso do CDS-PP, onde o Dr. Ribeiro e Castro viu legitimado, por maioria, o seu mandato de Presidente do partido.
Esta decissão do Congresso agrada-nos particularmente, enquanto jovens da distrital de Bragança da Juventude Popular, presentes no Congresso, que procurámos contribuir para este desfecho.
Mas o nosso distrito, e em particular, os jovens populares, tem outra razão para ficar muito, muito satisfeitos. A BOA NOTICIA é a eleição da nossa querida Ana Soares, como vogal da Comissão Política Nacional do CDS-PP. Esta jovem transmontana torna-se assim no mais jovem elemento, de toda a História do CDS-PP, a ser eleita para a CPN do partido! Esperam-na grandes responsabilidades, que de certo desempenhará de forma eximia, como sempre nos tem acostumado! Exemplo disso mesmo, é o excelente discurso, que proferiu durante o congresso. Muitos Parabéns Ana e Bom Trabalho!
A Direcção do Dr. Ribeiro e Castro tem vindo a dar especial atenção a questões que nos são particularmente caras, ligadas à interioridade, como a agricultura e o encerramento de serviços de saúde e escolares. Estas preocupações foram reforçadas durante o XXI congresso, pelo que desde já dizemos:
"Dr. Ribeiro e Castro pode contar connosco!"

quarta-feira, maio 03, 2006

Jovens em grande no XXI Congresso do CDS-PP

Muito me orgulha, enquanto Presidente da distrital de Bragança da JP, ver o grupo de militante da JP que vai ao XXI Congresso do CDS-PP, quer eleitos pela JP quer pelo CDS-PP.

Acredito que este Congresso vai ser importante para o CDS. Acredito que o CDS poderá sair reforçado para cumprir o designio de ser um grande partido. Acredito que é necessária a voz clara e directa de todos os militantes para que todos trabalhemos para o protagonismo do CDS e ninguém para protagonismos pessoais. Sei que todos trabalharemos nesse sentido.

A minha posição já todos conhecem. Sou Democrata-Cristã, acredito nos frutos do trabalho e estou convicta que o caminho traçado pela actual direcção nos levará até 2009 com marca de qualidade, em nome de Portugal e dos portugueses. Porque isso é o verdadeiramente importante.

segunda-feira, maio 01, 2006



















Seguramente estarão a pensar o que uma foto tem a ver com a outra ... e tem razão. Aparente mente nao tem nada.Analizando mais a fundo e aproveitando a visita que o primeiro ministro fez a Bragança(assunto tratado noutro post...brevemente num pc perto de si), questiono-me sobre a verdadeira eficácia do plano tecnologico.
Em primeiro luguar porque depois da visita efectuada ca os ATM's da CGD deixaram de funcionar. Sera desta forma que se pretende ajudar a população ou terão esvasiado o cofre para realizar o aeroporto?
Dificuldades tecnicas a parte ha outro problema mais dificil de resolver.
Já nao bastava no ensino o uso das calculadoras graficas agora parece que a moda a seguir sao os pc's individuais para cada aluno. Como vantagem ja nao se gastara papel. Mas pergunto eu, se o que realmente querem é poupar porque nao se passaa faze seguinte que sera ter aulas em vidio conferencia sem sair de casa? (ate se resolvia o problema de trafego :) ) .
Ao contrario do que possa parecer nao estou contra estas inovaçoes mas se tomarmos por exemplo o caso das calculadoras em que so seriam um instrumento de apoio, passaram a ser um substituto e ja nada fazem ou sabem sem elas.
Alem disso como pode essa maravilha da tecnica resolver os problemas do país se com o seu aparecimento fez reduzir o numero de empregados nos escritorios? (so para citar um exemplo
).
Em relção á E.S.A.,industrias aeronauticas e mate mesmo navais parece que uma vez mais ficamos para traz pois nada é dito sobre o tema.
Deve ser pelo tempo que absorve este (Des)Governo em propaganda idiologica e publicitaria.